Tokyo tem uma população de 13.942.856 hab.

Incluindo cerca de 558.988 cidadãos estrangeiros, sendo aproximadamente 3.692 Brasileiros, 1.946 Peruanos, 249 Chilenos, 560 Colombianos, 119 Bolivianos, 24 Uruguai, 408 Argentina, 715 México, 18.759 Americanos, 223.217 Chineses, 90.464 Coreanos, 36.107 Vietnã, 33.729 Filipinas, 7.822 Tailandês, 25.184 Nepal, 13.782 Índia, 5.232 Indonésia, 3.014 Mongólia, 2.420 Sri Lanka, 1.004 Irã e outros...

Tokyo │ 東京都

Tokyo é a capital do Japão e a metrópole mais populosa do mundo, e situa-se em Honshu, a maior ilha do arquipélago, mede cerca de 2.194,07 km² e com a altitude média de 40 m.

Antes de 1868, Tokyo era conhecida como Edo, Edo foi fundada com a construção do Castelo no século XVI, Edo se tornou o centro político do Japão em 1603, quando Tokugawa Ieyasu estabeleceu seu governo. Algumas décadas depois, Edo havia se tornado uma das cidades mais populosas do mundo. Com a Restauração Meiji de 1868, o imperador e a capital passaram de Kyoto para Edo, que foi renomeada para Tokyo. Grandes partes de Tokyo foram destruídas no Grande Terremoto de Kanto de 1923 e nos bombardeios americanos de 1945, destruíram grande parte da cidade, sendo que no total foi destruída 51% de sua área e mortas mais de 80 mil pessoas.

Em 2015, Tokyo possuía mais de 13.4 milhões de habitantes, cerca de 11% da população do país, e a Região Metropolitana de Tokyo possui mais de 37 milhões de habitantes, tornando se uma área urbana mais populosa do mundo.

Embora seja considerada um dos maiores centros financeiros do mundo (ao lado de Nova Iorque e Londres), e uma Cidade Global Alfa, Tokyo não é tecnicamente uma cidade, pois não há no Japão uma cidade chamada Tokyo. Na verdade, Tokyo é designada como uma metrópole (to), similar a um estado (ken), e é constituída por 23 distritos (ku), 26 cidades (shi), 5 cidades secundárias (cho ou machi) e 8 vilas (mura). Cada uma delas possui um governo que opera no nível regional. Também fazem parte de seu território pequenas ilhas no Oceano Pacífico, localizadas a cerca de mil quilômetros ao sul.

Mais de nove milhões de pessoas vivem dentro dos 23 distritos autônomos que constituem a parte central de Tokyo. Estes 23 distritos definem a cidade de Tokyo, possuindo 9.24 milhões de habitantes. Sua população aumenta em 2.4 milhões ao longo do dia, devido aos estudantes e trabalhadores que vem das cidades vizinhas, para estudar ou trabalhar.

Tokyo é o principal centro político, financeiro, comercial, educacional e cultural do Japão. Assim sendo, possui a maior concentração de sedes de empresas comerciais, instituições de ensino superior, teatros e outros estabelecimentos comerciais e culturais do país. Também possui um sistema de transporte público altamente desenvolvido, com numerosas linhas de trens, metrô e de ônibus, bem como o Aeroporto Internacional de Tokyo.

HISTÓRIA

Tokyo foi fundada com a construção do Castelo de Edo em 1457, sendo ainda denominada de Edo ou Yed, conhecido como Período de Edo (ditadura militar feudal), assim a área que rodeava o castelo começou a se chamar Edo. O clã Tokugawa tomou o castelo em 1590, o clã tinha o controle quase absoluto do Japão, estabeleceu seu governo em Edo e em 1603 deu início ao Período Edo.

Na história japonesa durante esse período, a cidade usufruiu de um prolongado período de paz conhecido como Paz Tokugawa. Além disso, Edo adotou uma política rigorosa de isolamento, o que ajudou a evitar ameaças militares sérias a cidade durante bastante tempo. Edo cresceu e por volta do século XVIII se tornou uma das cidades mais populosas do mundo com mais de um milhão de habitantes. As nobrezas junto com o Imperador do Japão permaneceram em Kyoto, que seguiu sendo a capital oficial, porém apenas de maneira protocolar. Edo tornou-se uma região populosa, mas sofreu muitas perdas por causa dos diversos desastres como o Grande Incêndio de Edo em 1657, que vitimou milhares de pessoas. Em 1868, alterou o nome de Edo para Tokyo. Depois no ano de 1871 foram criadas oficialmente as prefeituras do Japão, e uma delas era a Cidade de Tokyo.

Edo sofreu inumeráveis desastres, entre os que se encontram centenas de incêndios, destacando-se o Grande Incêndio de Edo (Edo Taika) de 1657, onde estima-se que morreram 108 mil pessoas; nesse mesmo acontecimento também conhecido como incêndio de Furisode, a maior parte da cidade foi destruída incluindo o Castelo de Edo e seus arredores. Outros desastres que sofreu Edo foram à erupção do Monte Fuji em 1707, o Terremoto do Grande Edo em 1855 e outros terremotos menores em 1703, 1782 e 1812.

Em 1914 inaugurou-se a Estação de Tokyo e em 1927 inaugurou-se a primeira linha de metrô subterrânea, que ligava Asakusa e Ueno. O Grande terremoto de Kanto golpeou Tokyo em 1923, com um saldo de aproximadamente 140 mil pessoas mortas e desaparecidas e trezentas mil residências destruídas.

Tokyo Empresas

839 Visualizações
2.456 Visualizações
1.478 Visualizações
1.427 Visualizações
3.379 Visualizações
1.011 Visualizações

CADASTRO DE EMPRESA

Seus clientes estão aqui esperando por você, se destaque para nossos leitores, aumentando seu faturamento.