Gifu-ken tem população de 1.979.516 hab., incluindo cerca de 49.649 cidadãos estrangeiros, sendo aproximadamente 13.687 Brasileiros, 685 Peruanos, 297 Americanos, 9.996 Chineses, 5.238 Coreanos e outros (Dados Prefeitura).

É a 7ª maior província japonesa, com aproximadamente 10.621 quilômetros quadrados, cercada por outras 7 províncias AichiFukui, Ishikawa, MieNaganoShiga e Toyamae, sendo uma das poucas onde não há litoral.

Consiste nas antigas províncias de Hida e Mino, além de partes menores de Echizen e Shinano. O nome da província deriva de sua capital Gifu, durante sua campanha para unificar todo o Japão em 1567. O primeiro caractere usado vem de Qishan ( 岐山), um lendário montanha a partir do qual a maioria da China foi unificada, enquanto que o segundo caractere vem de Qufu (曲阜 ), o local de nascimento de Confúcio. Nobunaga escolheu esse nome porque queria unificar todo o Japão e queria ser visto como uma grande mente.

Historicamente, a província serviu como centro de fabricação de espadas em todo o Japão, com Seki sendo conhecido por fazer as melhores espadas no Japão. Mais recentemente, seus pontos fortes estão na moda (principalmente na cidade de Gifu) e engenharia aeroespacial (Kakamigahara).

cidade de Gifu é conhecida como uma cidade histórica com Ukai (pesca de corvos-marinhos) no intocado rio Nagara, uma tradição com cerca de 1300 anos de história.  A agricultura também é uma indústria importante por causa das vastas planícies aráveis ​​de Gifu. Também é famosa pelo Castelo de Gifu, um marco central na história do Daimyo geral do século XVI Oda Nobunaga.

Origem do nome Gifu

Dizem que o nome GIFU foi escolhida pelo Nobunaga Oda, dentre os 3 nomes (KIZAN, SHIHI, GIFU) sugeridos pelo monge Zen (Souon Takugen) do templo Masahide da região Owari, quando transferiu o castelo residencial para montanha Inaba. Fala-se que o sacerdote budista Takugen pensou nestes nomes, seguindo o fato histórico antigo da China. Assim, Nobunaga que visava conquistar o país, escolheu a denominação GIFU, mudando de Inokuchi para Gifu as proximidades do castelo da montanha Inaba.

Porém, existem várias teorias sobre a origem da denominação Gifu, como a de que já era usada entre os monges Zen, antes mesmo do Nobunaga assim nomear.

Atividades de produção de Gifu

Em cada região da Província de Gifu há o cultivo de vários produtos agrícolas no ano inteiro, de acordo com as condições naturais do local. Aproveitando o clima quente da planície na região sudoeste da Província, cultiva-se o arroz ativamente. E, aproveitando o clima fresco do verão das áreas entre as montanhas até as áreas altas e frescas das regiões de Hida, Chuno e Tono, planta-se ativamente verduras como, nabo de verão, espinafre, tomate e outros. Nas regiões montanhosas, há também criações de gado para corte e produção de leite. Na indústria pesqueira, há pesca de Ayu como principal atividade de pesca em rios e a piscicultura de Truta-arco-íris, Amago e outros.

Bandeira

Escolhido entre os desenhos inscritos pelos cidadãos da Província, baseado no primeiro Kanji (gi) do nome da Província de Gifu, o círculo que envolve o Kanji significa paz e harmonia.

Cidades

Ena, Gero, Gifu (capital), Gujō, Hashima, Hida, Kakamigahara, KaniKaizu, Mino, Minokamo, Mizuho, Mizunami, Motosu, Nakatsugawa, Ogaki, SekiShirakawa, Tajimi, Takayama, Toki, Yamagata.

DISTRITOS: Anpachi, Fuwa, Godo, Ibi, Kamo, Ono, Yoro.

AICHI EMPRESAS

HELLO WORK

2.660 Visualizações

IMIGRAÇÃO

5.988 Visualizações

SHAKEN KEI

2.450 Visualizações

ATRAÇÕES DE GIFU

ALDEIA

Aldeia Shirakawa-go, é uma pequena onde as casas são tradicionais com estilo Gassho, as grandes casas com seus telhados de palha abruptamente inclinados são os únicos exemplos desse tipo no Japão. Foi declarado Patrimônio da Humanidade em 1995.

BARCO TURÍSTICO / CRUZEIRO

1.947 Visualizações

CACHOEIRA

1.040 Visualizações
1.059 Visualizações
1.133 Visualizações
902 Visualizações
969 Visualizações

CASTELO

563 Visualizações

OBSERVATÓRIO / MIRADOURO

498 Visualizações
2.601 Visualizações

TEMPLO │ SATUÁRIO

46 Visualizações

FESTIVAIS DAS FLORES

Tulipas > Março ~ Abril

Rosas (Bara) > Maio ~ Junho

Hortênsia (Ajisai) > Junho

Lírio-Aranha (Higanbana) > Setembro ~ Outubro

Ginkgo Biloba > Novembro

Folhas de Outono (Momiji) > Novembro

CALENDÁRIO DE ILUMINAÇÃO